domingo, setembro 18, 2005

Arrumando a casa...

Il bianco delle parete di questa piccola sala, adornato con tre semplice quadri... aiiiiii! Tô cansada dessas paredes brancas daqui da sala. Chega dessa cor de hospital. Na próxima semana, sem falta, vou mudar as cores... vou jogar uma cor pastel, com texturização que eu mesma vou fazer! Arrumar a casa é preciso...
Vou mudar os móveis de lugar, todos...
I know there´s a unfortunate joke about Helen Keller (and the visually impaired people) that says: "What do Helen Keller´s parents do to confuse her?" "They move the furnitures around!"... (And I´m craving for a new interior, moving objects from the place they are on now...) But actually my boyfriend often comes here, all the way from GIG... and he´s visually impaired... completely. That is, now he is used to the things inside my house, just the way they are now... and then he would have to learn everything again... Mas ele é tão bonzinho, e está dando a maior força pra reforma! (Te adoro, lindo!)
Nuova sofà che voglio da comprare molto... non si può... con il spazio che non hai allora.
(Vogio un ambiente ideale come questi: una spaziosa terrazza dovi ci si può rilassare sorseggiando un drink; anche la camera, pur non essendo lussuose, essere molto piacevole, con bagno privato; la sala da pranzo accogliente; una cocina con látmosfera di campagna...) Però... meanwhile this does not come true... melhor dar uma boa arrumada na casa...
Dizem aí que a arrumação do ambiente, da casa, é algo que está intrinsecamente ligada ao interior dos que nela habitam. Que se quanto mais bagunçada por dentro, mas se quer arrumar a casa, numa forma de compensação. Quero muito arrumar minha casa. Com boa taurina, as coisinhas da casa têm muita importância, o ambiente aconchegante, detalhes de decoração... também agora tenho mais tempo pra pensar nisso. E estou adorando esse momento.
Limpeza no armário, na sapateira, no micro, no messenger, no orkut... Limpar, renovar... Para cada um desses itens a limpeza se fará por critérios distintos: os três primeiros, pela inutilidade, os dois últimos pela "decepção" que agente só é capaz de perceber muitas vezes depois de longo tempo de convívio com cada indivíduo. Eu lamento pelos que eu considerei muito meus amigos e que eu me enganara um dia. Lamento por ter-me aberto, como um livro esvoaçante, de ter confessado meus mais íntimos pensamentos e hoje em dia constatar que o "amigo" em questão não era, nem nunca houvera sido, tão digno de confiança, nem de minha parte, nem de ninguém. Lamento, mesmo... Saber que seus mais preciosos segredos foram parar na boca da torcida do Corínthians e do Flamengo juntas... It´s just painful! And regretful!
Bom, mãos à obra! Limpeza e arrumação são a ordem do dia... da vida!

1 Comentários:

Anonymous Marcinha disse...

Que ótimo que você voltou a escrever depois de algum tempo, já te falei que adoro refletir sobre o que escreve. Bom...tenho certeza que essa renovação externa vai expor muito do que se passa internamente desse teu momento. Amiga um beijo e libera geral (rsss)
Márcia

23/9/05 01:11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial