quinta-feira, novembro 09, 2006

O Lingüista e o Imperador

O Lingüista e o Imperador - Champollion, Napoleão e o Mistério da Pedra de Roseta - (Myerson/Daniel - Ediouro, 2004)
Um livro de ficção que narra uma brilhante solução de um enigma, uma das maiores façanhas intelectuais de todos os tempos. Adiantar a estória aqui é entregar as pistas, então não o farei. Na verdade, joguei esse tópico aqui porque queria contar que ao ler o título exposto, eu o comprei na intenção de o enviar a um imperador-e-lingüista, siim... que inspirou boa parte de meus estudos acadêmicos. Hoje reside longe, mas acho que enviarei o livro na intenção de lhe dizer "muito obrigada" por tudo o que aprendi a gostar de aprender com ele no que se refere às letras, às historias das línguas românicas, às músicas medievais de que tanto gostamos. Imperador? Sim, era como eu o chamava... ó Imperador!, pois tem nome de imperador romano.
Ó Imperador, tenho muitas saudades de nossos colóquios musicais, lingüísticos, sobretudo tenho saudades das longas tardes de almoço no restaurante colonial, onde as sobremesas saltavam aos nossos olhos, onde a comidinha de forno era demoradamente cozida para nos aguçar o paladar.
Enviar-lhe-ei o livro na intenção de dizer que sempre me lembro de sua brilhante inteligência, que me serviu de inspiração para muitas coisas que realizei e que o título e o conteúdo do mesmo são, de fato, para pessoas fascinantemente inteligentes e inspiradoras, como vossa senhoria, que eu tive a bênção de conhecer. O livro lhe chegará às mãos através de emissários especiais da côrte desta província que ao final do mês corrente o fará chegar a si. Saudações mil.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial